Tendo feito tudo isso, o elemento final – e frase final em seu ensaio

Deve ser uma “declaração global” ou “chamada à ação” que dê ao leitor sinais
de que a discussão chegou ao fim.
No final, então, uma coisa é clara: os erros fazem muito mais para nos ajudar a
aprender e melhorar do que os acertos. Como os exemplos da ciência e da
experiência cotidiana podem atestar, se tratarmos cada erro não como um
passo em falso, mas como uma experiência de aprendizado, as possibilidades
de auto-aperfeiçoamento são ilimitadas. Embora possa parecer uma perda de
tempo – especialmente durante os exames onde o tempo é curto – é quase
sempre melhor fazer um brainstorming antes de começar sua redação. Isso
deve permitir que você encontre as melhores ideias de apoio – em vez de
simplesmente as primeiras que vêm à mente – e posicione-as em sua redação
de acordo.
A sua melhor ideia de apoio – aquela que mais fortemente defende o seu caso
e, simultaneamente, sobre a qual você tem mais conhecimento – deve ser a
primeira. Mesmo os ensaios mais bem escritos podem falhar por causa de
argumentos mal colocados.
Apontar para a variedade https://blog.flaviarita.com/descubra-como-fazer-uma-redacao-nota-10-para-o-seu-concurso/